domingo, 11 de novembro de 2007

Se nada de certo eu vou morar na roça...

Existe uma comunidade no orkut com esse nome "se nada der certo eu vou morar na roça" e ao pensar em alguns problemas de amigas e até os meus fiquei pensando seriamente nessa proposta!

Confesso que este post não será tão alegre assim de ser ler... Mas vamos lá, hoje o dia está cinzento e existe um pouco de desânimo da minha parte em falar sobre coisas belas e felizes... Desculpem-me!

Bem, não entrar aqui em detalhes, mas o problemas são diversos: desde a desilusão com o namorado, a falta de grana, o fato de ter estudado como uma condenada (ter diploma, disso e daquilo) e mesmo assim não ser reconhecida no mercado, a dúvida ao pensar que o tempo está passando e não ter feito nada (ou achar que não fez nada), a falta de perspectiva quanto ao futuro, o peso dos erros do passado e por ai vai... Seria muito eu enumerar os problemas que eu e algumas amigas compartilham no exato momento. Mas pelo citei alguns que são verdadeiros e que afligem nossas vidas!

Ligando o atual momento com a comunidade do orkut, fiquei pensando... a roça é mesmo um bom lugar? Seria como se chutasse o balde e fosse viver de uma forma mais simples, mais saudável, mais prática, sem atropelos e violência? Bem, a resposta seria um grande SIM!

Mas como deixar para trás o glamour de exercer a profissão que escolheu e adora? Ou como deixar para trás tudo o que conquistou? Ou como não fazer uma terapia para reconciliar problemas do passado e deixá-los para trás? Será que a ida à roça resolveria todos os problemas?

Bem, isso eu não sei... Mas como não quero terminar esse post falando tantas coisas chatas ... eu usar uma fala da personagem Carrie Bradshaw, da série Sex and the City, mesmo tudo ter dado errado em nossas vidas "we always have Manhattan" (nós sempre teremos Manhattan)! Gosto de pensar assim, mesmo que tudo dê errado aindo podemos contar com um fim mais glamuroso! Talvez pelas inúmeras possibilidades que a cidade oferece, ou por apenas eu ser mais uma na multidão...
P.s.: Citação completa: "But we keep trying. Because you have to figure, if the world's fattest twins can find love, there's hope for all of us. Somewhere out there, there's another little freak that will love us, understand us, and kiss our three heads and make it all better. And, in the meantime, we always have Manhattan." Carrie Bradshaw

4 comentários:

P. disse...

Ainda bem que não sou a única a me sentir assim desiludida com o namorado, descontente com a remuneração etc. Eu também às vezes penso que não fiz nada do que preste da vida. Se isso te conforta, você não é a única. Bem vinda ao time rs
Beijos

P. disse...

Para colocar o toca músicas entre em http://www.myflashfetish.com
Cadastre-se e depois clique em MP3 Players. Lá você escolherá o modelo do tocador que deseja e buscará as músicas que gostaria de colocar. Se não conseguir me escreva!
Beijo

Cafeína disse...

eu queria estar desiludida com o namorado, mas não tenho um.
eu queria estar desiludida com o emprego mas não tenho um.
Minha desilusão é com o curso que fiz e o mercado que não reconhece que eu não sei nada mas engano bem pakas! rs
bjo, adorei

sergio disse...

isto depende muito do ponto de vista de cada pessoa...a vida na roça, ou melhor no sitio pode ser bom em algumas partes e chato em outras...agora os fatos são o seguinte: quem não teve decepção amorosa? quem não é valorizado profissionalmente? será que esta enviando os teus curriculos nos lugares certos e nas profissões certas? Ainda mais num mercado tão competitivo como nos dias atuais? acho que certamente muitas das respostas podem estar perto de nós e não sabermos reconhece-las...bem, eu não tenho formação superior, mal terminei o segundo grau, mas aprendi na vida que o essencial de se dar bem em uma determinada área é encontrar brechas para poder adentra-la e ser o melhor!!! Quanto ao caso do sentimento...bem, as decepções na vida vem e se vão, é preciso saber recomeçar mesmo numa derrota de cabeça erguida, porque o hoje passa e o amanhã chega bem cedo!!!